Usando reiser4 no Slackware 11.0

novembro 28, 2006 às 3:31 am | Publicado em linux, nerdices, tecnologia, testes | 1 Comentário

Como todos sabem, Hans Reiser está preso por ser suspeito de ter assassinado a sua ex-esposa… mas, para a alegria de alguns nerds algumas pessoas estão dando continuidade ao projeto.

Resolvi testar um patch para o kernel 2.6.18 que um amigo (Smyows) fez e funcionou perfeitamente no meu kernel 2.6.18.3.

Leia o anúncio do patch no blog do Smyows

Bom…. o que observei é que realmente o reiser4 é realmente mais rápido que o reiserFS 3.6, porém você terá que formatar a partição para usá-lo.

Para usar o reiser4 é infinitamente fácil, considerando que você tem familiaridade com recompilar um kernel (se você não faz idéia do que estou dizendo mate-se).


Palavras do próprio Smyows:
ATENÇÃO: não use /boot nem / com reiser4!!!! Se o fizer seu lilo vai demorar uns 20 min pra gravar na mbr, eu não recomendo no momento o uso desse FS 😀

Tanto q reformatei p/ ext3 meu patch eh um port da v 2.6.17-3 caso queira já existe disponível a v. oficial da namesys em ftp://ftp.namesys.com/pub/reiser4-for-2.6/2.6.18

Vamos parar de enrolação e botar logo a mão na massa né?

Requisitos:

* patch do kernel
* libaal
* reiser4progs

Os softwares e o patch encontram-se em:

ftp://ftp.namesys.com/pub/

Após efetuar o download dos arquivos necessários, vamos aos passos:

Aplique o patch no kernel e recompile-o

1- descompate o arquivo reiser4-for-2.6.18-1-smyows.patch.tar.gz em /usr/src/linux e recompile o kernel:

# cd /usr/src/linux
# patch -p1 Reiser4 < reiser4-for-2.6.18-1-smyows.patch

2- Recompile o kernel:

# make menuconfig

Vá em: File systems e marque as opções:

<*>Reiser4 (EXPERIMENTAL)
[*] Enable reiser4 debug mode

3- Saia, salve as alterações e gere a bzImage:

# make bzImage
# cp /usr/src/linux/System.map /boot/System.map-2.6.18.3
# cp /usr/src/linux/arch/i386/boot/bzImage /boot/vmlinuz-2.6.18.3

4- Altere o /etc/lilo.conf

# vi /etc/lilo.conf
# lilo -v

5- Dê um reboot para que você possa carregar o novo kernel com suporte ao reiser4:

# shutdown -r now

Instalando as ferramentas do reiser4 e formatando a partição

6- Descompacte os arquivos *tar.gz e instale-os:

$ ./configure
$ make
# make install
# ldconfig

7- Desmonte a partição para que seja realizada a formatação e mande brasa:

# make_reiser4 /dev/hd*

Confira se está tudo ok:

# fsck.reiser4 /dev/hd*

8- Monte a partição:

# mkdir /backup
# mount /dev/hd* -t reiser4 /backup

após montar veja se está ok e montada como reiser4:

# df -hT |grep reiser4

vai aparecer algo como:

root@chemonz:~# df -hT |grep reiser4
/dev/hda7 reiser4 6,1G 3,8G 2,3G 63% /download
/dev/hdd1 reiser4 36G 2,0G 34G 6% /backup

9- Altere o seu /etc/fstab para que seu slack possa montar as partições automaticamente no boot:

#vi /etc/fstab

altere os pontos de montagem como segue o exemplo:

/dev/hda7 /download reiser4 defaults 1 2
/dev/hdd1 /backup reiser4 defaults 1 2

Pronto! Você está usando reiser4 no seu Slack 11…. legal isso né?

Roubo de chaves no conisli 2006?

novembro 26, 2006 às 1:21 pm | Publicado em linux, nerdices, tecnologia | 5 Comentários

VS


Roubo de chaves no conisli 2006?

Written by Guilherme Covolo (Smyows) – 06/11/2006

Grupo de usuários da distro Ubuntu ficam putos da vida no conisli 2006 ao ponto de acusarem os pobres coitados e toskos usuários do Slackware por “roubo de chaves ssh”.

O fato foi q ninguém sabe qual puto fez aquilo e como os usuários de slack são do “lado negro da força” foram acusados injustamente pelo feito.

Não sei quem fez, e o Lula tb não! ;)

http://www.tuxresources.org/blog/?p=121#comments

finalizada a votação!
quem foi o ladrao das chaves no conisli 2006?

gar0t0
13 54.2%

Richard Stallman
11 45.8%

PiterPunk
0 0%

Toledo
0 0%

smyows
0 0%

udk
0 0%

Number of Voters : 24
First Vote : Monday, 06 November 2006 16:27
Last Vote : Monday, 13 November 2006 09:17

E é com grande vantagem q concluimos q o real |-|4C|

smyows: relate como foi q procedeu para fazer a façanha do conisli 2006

gar0t0: Foi algo complicado pois cheguei no sexta feira no final do evento, e as coisas já estavam acontecendo sabe… eu fiz acesso telepatico pra poder roubar as chaves

smyows: Interessante, e q tipo de hardware vc usou para isso? que sistema operacional vc usou? vc usou algum exploit para snifar essa tal rede telepatica?

gar0t0: é um hardware super mega blaster avancado que um amigo meu trouxe de cuba, o sistema operacional é um slackware 96, com relação ao exploits, sim, tenho alguns para acesso telepatico em redes de eventos, mas nao posso revelar o conteudo pois existem muito Kiddie que pode ler o site ai já viu né.

smyows: certo, vc pretende escrever algum patch para corrigir essas falhas q vc explorou ou pretende fazer algum software comercial baseado nesses bugs para levantar fundos? Vc pretende ser um super hiper mega raquer assim como Marcos Flávio Assunção que defende o mundo de ameaças de terrorismo entre outros feitos supimpas?

gar0t0: Eu tenho alguns patch prontos, mas vou esperar lançar o meu software comercial PsycoHacking Unlocked Network, o nome não tem muito haver com a ferramenta em si, mas eu achei o nome supimpa. Eu não quero virar um mega hiper super raquer não, pra te falar a verdade eu aprendi com um amigo que “Quem brinca com raquer faz xixi na cama”

smyows: endendo… pra finalizar, como eh ser do lado negro da força, usar camiseta preta escrita slackware, fumar e beber, e nao falar gnu/linux?

gar0t0: Cara, é a vida que poucas pessoas entendem, nós nao usamos simbulos de planetas, nao falamos de humanos e muito menos falamos de gnu, pq gnu é o kralho!!
Bom, no nosso evento dia 18, onde vamos reunir o lado negro da força pra falar de hacking telepatico, por favor, quem quiser a chave de volta apareca, ta tudo aqui guardado )

smyows: entao deixe suas considerações finais, e se quiser deixar algum recado para algum outro grupo white hat fique a vontade!

gar0t0: Bom, queria deixar um bjo pra minha mãe, pro meu pai e pro bozo, saudade dos seu programas bozo. Eu só achei que legal que todo mundo que tava no evento no Conisli apenas 2 pessoas que não sao relacionadas aos grupos de usuario que estavam foram homens o suficiente pra ir ate lá tirar satisfação e perceberam que não era ninguém dali que tava fazendo alguma coisa! Mas o legal de evento eh ouvir buxixos de pessoas que não tem coragem de chegar até vc e conversar! aeh! é pra vocês que dedico esta entrevista.
E que a força esteja com qse todos vocês

Obrigado pela oportunidade de falar sobre o PsycHacking Tongue out

Fonte: http://shaka.youare.not.br/joomla/

Recuperando meu router ADSL

novembro 26, 2006 às 6:14 am | Publicado em nerdices, tecnologia | 11 Comentários

Hoje tive um desprazer tremendo com meu router… o FDP simplesmente morreu do nada e não dava sinal de vida.

Tentei de toda forma acessá-lo e nada…. não consegui restaurar as configurações… pois tinha efetuado um upgrade da firmware tempos atrás e a senha padrão não era a mesma ao qual eu havia criado. Ou seja? estava totalmente “morto”.

Fui pro Windows (eca) tentar acessar a internet via linha discada (a preguiça é tanta que até hoje não compilei o driver do meu modem intel). Procurei na internet inteira uma solução pro meu problema e nada (até páginas em cache no google), até que lembrei que via tFTP ele não precisa de autenticação para dar um get da firmware, cfg atual ou cfg default…. mãos à obra!

Lá no ms-dos (como eu odeio usar isso) segui com a minha missão…. recuperar a cfg default pra tentar ver a senha padrão da porcaria da firmware.

c:\> “tFTP -i 192.168.254.254 get TEFacs.dat”

Voilá!!! recuperei a cfg default do router. hehehehe

voltei pro Linux e pensei: “MISSÃO CUMPRIDA”

lá abri o arquivo no vi e qual minha surpresa????

olha a primeira linha do arquivo:

“create user name TMAR#DLKT20060307 passwd DLKT20060307 root”

hehehehe

não deu outra…. entrei no router e fiz logon com o user “TMAR#DLKT20060307” e senha “DLKT20060307″… o q apareceu pra mim?

chemonz@chemonz:~$ telnet 192.168.254.254
Trying 192.168.254.254…
Connected to router.
Escape character is ‘^]’.

*******************
Welcome to Viking
*******************

Software Release R2.01.B03.TM(030917a/Y.1.28.150)
Copyright (c) 2001-2003 by D-Link, Inc.

login: TMAR#DLKT20060307
password:
Login Successful
$
Pensei: “Putz! agora é foda… vou ter q definir todas as merdas das regras de roteamento na unha, e tem séculos q fiz isso que nem lembro por onde começar! PUTA QUE PARIU

Mas (para a minha felicidade) lembrei que antes de fazer o upgrade da firmware havia feito um backup da cfg dele. Que felicidade!

foi só fazer upload do arquivo cfg, dar commit, reboot e voilá!!!! tudo funcionando perfeitamente como se nada tivesse acontecido.

Conclusão:

Sempre faça backup de tudo (tudo mesmo)… desde mbr do hd, tabela de partições, dump do banco de dados, CFG DA PORCARIA DO ROUTER, e outras coisas mais….

Próxima Página »

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.