Esses gringos…

junho 10, 2008 às 8:11 pm | Publicado em boteco, brasil, burrice, problema | 4 Comentários
Tags: ,

O Brasil é mais um “país-zinho” de merda da América Latina. Pobre, latino, cheio de bandido e com uma população tosca que se sai de casa, paga metrô, ônibus, trem e vai protestar na casa da Isabella – mas não protesta contra a roubalheira em Brasília.

O que você acha que um americano de Kansas City estaria fazendo no Brasil, então?

Não responda turismo sexual.

Deixa eu explicar. Faz um mês, estava eu perto da estação São Joaquim do Metrô aqui em São Paulo. Nunca vou pra lá, mas tinha uma prova ali perto no dia. Tava andando tranquilamente pela rua naquela noite de quarta-feira e eis que um americano de cabelo loiro, ruim, aparência de mendigão vem pedir ajuda.

E lá fui eu todo disposto a passar uma imagem “melhorzinha” do Brasil pro cara: puxei papo, perguntei o que tinha acontecido. O cara está no Brasil há mais ou menos 3 meses e já está vivendo as grandes emoções de sua vida!

O maluquinho tinha acabado de ser assaltado, os bandidos levaram todos os documentos do infeliz, sem contar no dinheiro e no papelzinho onde ele marcava os endereços e frases práticas em português. O cara ficou seco, tava perdido no centro da cidade, não sabia falar português, queria voltar pro “alojamento” no Morumbi.

Levei o cara dentro de um McDonald’s e mais conversa. Papo vai, papo vem e o cara tinha ido na Polícia Federal, registrou um BO e pediu ajuda pra voltar pra casa. O policial, é claro, foi muito útil e específico quanto às possíveis resoluções:

  • Avisou sobre os perigos do Brasil: “São Paulo é assim mesmo. Acostume-se com a violência
  • Ajudou o sujeito a voltar pra casa: “Você precisa pegar um metrô e dois ônibus”
  • Provavelmente deu informações extras: “Uga Uga. Brasil Uga Uga Assalto” (Mr. Steve não entendeu esta parte)

Bem. Me invejem! (Ou não). Eu dei uma de Deus e salvei o cara das outras ciladas do Brasil. Dei 15 reais pra ele pegar um táxi e voltar pra casa. Ele falou que iria mandar uma secretária me pagar de volta, era só dar o endereço pra ele. Não sei se fico esperando o dinheiro ou a secretária…

PS: Tá bom, eu sou um otário e o cara me roubou.

PS2: O cara estava no Brasil pra dar aulas de literatura numa escola americana no Morumbi. Aham…

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.